Escolha certa – Gravatas

A escolha certa

Saber escolher a cor da gravata e o nó apropriado para cada ocasião é sinônimo de bom gosto e elegância

 

Não é preciso ser um executivo para se preocupar com a gravata. Uma hora ou outra, você vai precisar desse acessório indispensável no guarda roupa masculino. Festas de formatura, casamentos ou grandes eventos, são típicas situações em que você precisará dar o nó e coordenar a gravata com sua camisa. Aqui vão algumas dicas.

Não tenha preconceito com o lilás. É uma cor neutra, bonita e que com certeza chamará muito a atenção das mulheres, se esse é seu objetivo. As listras em diagonal dão um ar mais tradicional e masculino para esse modelo. Dica: lilás cai bem com cinza claro, bege ou tons claros de amarelo e branco.

A gravata preta foge do tradicional com pequenos grafismos brancos, que dão elegância ao homem que gosta do estilo clássico, mas não quer perder o charme. E o melhor: combina com qualquer cor de camisa e terno.

 

Se você optar pelo vermelho, tome cuidado na coordenação com a camisa e terno. Poucas são as cores que combinam com esse tom. Branco é a melhor opção, mas dependendo do tom de vermelho, algumas camisas azuis também ficam bem coordenadas.

A primeira regra é: jamais use uma gravata animada no ambiente de trabalho ou em eventos formais. Ela vale para uma formatura (se você não for padrinho da formanda) ou uma festa de casamento mais descontraída.

 

A gravata borboleta é exigida em eventos formais ou em que você será destaque. Se for casar na igreja, essa provavelmente será sua escolha. Padrinho de formatura? Ela irá coordenar com o seu smoking. A cor prata, nessas ocasiões, é uma ótima pedida. E a camisa branca fará o par perfeito.

 


 

Como fazer os nós:

Nó Simples
1- Coloque a gravata ao redor do pescoço deixando a ponta larga mais comprida que a ponta fina (a ponta fina pode estar na altura do 4º botão da camisa).
2- Passe a ponta mais larga por baixo da fina, dando uma espécie de laço.
3- Complete a volta ao redor da ponta fina e saia com a ponta larga por dentro da região do pescoço.
4- Ainda com a ponta larga, passe-a dentro do anel formado dentro do laço que foi dado.
5- Ajuste o nó de forma adequada, não deixando muito apertado nem muito largo e ajeite a gravata.

 

Nó Simples Duplo
O nó simples duplo é feito do mesmo modo que o nó simples. A diferença é que ao dar a volta com a ponta mais larga sobre a parte de ponta mais fina, são duas voltas ao invés de apenas uma.

 

Nó Francês
1- Com a gravata em volta do pescoço e a ponta mais ampla com maior comprimento, pegue a parte mais ampla e passe por baixo da parte mais fina, na transversal, saindo pelo orifício da região do pescoço.
2- Ao sair, dê outra volta com a região mais ampla envolta da mais estreita e novamente, passe por dentro da região onde esta o pescoço, de baixo para cima.
3- Ao sair da região do pescoço, passe a mesma ponta (mais ampla) por dentro da laçada. Ajuste o nó e a gravata.

 

Nó pequeno
Este nó menor é indicado para gravatas de espessura mais grossa ou colarinhos menores.
1- Passe a ponta mais ampla da gravata por baixo da ponta fina, dando uma volta sobre ela e saindo na região do pescoço, de cima para baixo.
2- Ao sair dessa região, passe por dentro do laço formado pela volta. Ajuste a gravata e o nó de forma confortável.

 


 

Nó cruzado
1- Do mesmo modo, passe a ponta mais ampla por baixo da mais estreita, saindo na região do pescoço, de cima para baixo.
2- Ao sair da região, volte e dê outra volta ao redor da parte mais estreita, agora em lado contrário à primeira volta, também saindo pela região do pescoço, de cima para baixo.
3- Passe dentro do laço formado pelas voltadas e ajuste o nó ao pescoço.

 

 

 

Related posts:

Depilação Masculina
Difusão Erétil
A quebra de tabus

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.