Primeiro Emprego

Pensando nisso a Catho preparou algumas dicas para jovens que buscam seu primeiro emprego. É certo que todo candidato deve preparar um currículo atrativo destacando os conhecimentos e cursos relevantes, mas para se diferenciar dos inúmeros candidatos que concorrem aos postos de trainees e estágios é preciso ir além dos requisitos mínimos, como domínio em outros idiomas, habilidade em informática e facilidade de relacionamento. É preciso mostrar que fará a diferença sendo contratado, e a entrevista é a uma ótima oportunidade para isso.

“Como os candidatos nesses perfis têm pouca ou nenhuma referência do mercado de trabalho, é preciso que eles se mostrem seguros de seus objetivos na hora da entrevista. Passar credibilidade no contato com o entrevistador é fator decisivo na hora da seleção”, afirma Angélica Nogueira, gerente de RH da Catho.

Assim como a empregadora busca informações sobre os candidatos, esses também precisam conhecer a empresa, seu segmento e histórico. “Avaliar a missão e a visão da organização também poderá ajuda-lo a encontrar uma empresa aderente ao seu estilo e objetivos de carreira”, conta a gerente.

Para ter um bom desempenho durante uma entrevista, o candidato precisa estar preparado e pode seguir algumas dicas. “Deve ser um bom ouvinte e não interromper o entrevistador. Após responder os questionamentos, poderá retirar suas dúvidas referentes à função, empresa e demais informações sobre a vaga. O esclarecimento auxilia o candidato na escolha do primeiro emprego, que tem suma importancia para a construção das bases de conhecimento, experiência e carreira. Além disso, tal postura é considerada positiva e demonstra interesse por parte do candidato”, comenta Angélica.

Outro ponto a se preparar é com relação à postura corporal, que também é avaliada pelo recrutador no momento da entrevista. “O candidato deve sentar-se corretamente, gesticular somente o necessário e ter uma postura ereta. Olhar nos olhos do entrevistador é indispensável, pois transmite confiança e cria empatia. Se o entrevistador te cumprimentar com um aperto de mão, seja firme, demonstre segurança. Evite se movimentar toda hora e cruzar os braços, pois pode demonstrar desinteresse”, revela a especialista.

Geralmente o jovem tem de optar muito cedo por uma carreira a seguir. Há muita dúvida sobre qual caminho seguir por parte da maioria deles. O teste vocacional ajuda a orientar quais áreas o jovem terá mais familiaridade, mas ainda não é a fator condicional decisor na hora de escolher qual profissão seguir. “É mais uma ferramenta que o ajuda na hora da dúvida. Conversar com profissionais já experientes na área de atuação que o jovem profissional pretende seguir, também ajuda conhecer melhor o dia a dia daquela profissão”, afirma a gerente de desenvolvimento da Catho.

Na busca pela primeira oportunidade em sua área de atuação, é importante que o jovem tenha paciência e busque oportunidades de estágio ou trainee. “O estágio é uma ótima oportunidade para entrar no mercado e principalmente adquirir conhecimento e praticar as rotinas da área escolhida. Mas também é possível ingressar na profissão por meio de programas de trainee, que normalmente são direcionados para estudantes que estão no fim do curso, ou até mesmo formados”, finaliza Angélica Nogueira.

Related posts:

Motivações para funcionários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.